Calhas

A higienização periódica das estruturas dos telhados se faz necessária por causa de detritos orgânicos e/ou inorgânicos, como por exemplo, areia/terra, folhas, gravetos/pequenos galhos, embalagens/materiais plásticos e etc, que podem ser conduzidos e dispersados pelas intempéries (chuva e vento), acumulando-os ao longo do tempo sobre as estruturas das calhas, canaletas e no interior dos tubos condutores dos telhados, ocasionando dificuldade no escoamento da água das chuvas em razão do volume pluvial retido por efeito da obstrução das estruturas causadas pela concentração de tais resíduos, resultando no comprometimento das estruturas, por conta do peso da água, bem como, também, podendo transbordar o duto, atingindo forros e lajes, causando sérios problemas, como infiltrações no imóvel.